Escola Célia Bueno trabalha a diversidade do Egito

A ideia de desenvolver um projeto sobre o Egito nasceu da curiosidade da comunidade escolar da EMEB Célia Bueno em relação à cultura egípcia, seus costumes, sua maneira de viver, seus deuses,  principalmente na época do  Antigo Egito e dos grandes faraós.

Parte integrante dos Projetos Leitura, Diversidade Cultural e Africanidade, propostos pela Secretaria Municipal de Educação, a data para culminância do projeto foi escolhida com muito carinho, levando em consideração o dia em homenagem a consciência negra, considerando que o Egito faz parte do continente africano, e que a maior parte de sua população, até mesmo entre os faraós, era negra, tendo em vista que o momento pede reflexões sobre quem é o outro, sobre a sua cultura e, o reconhecimento de que nós somos o outro, somos humanos.

O projeto teve início abordando a macro temática em questão, o continente africano, os países que o compõe, suas características e especificidades, até chegarmos ao Egito.

Considerando sua instigante história, seus mistérios, o fascínio que os mitos exercem sobre o imaginário popular, a cultura e sobremaneira, abordaremos a temática com o intuito de proporcionar aos alunos o contato com a cultura de um dos povos que mais contribuíram com a organização e o desenvolvimento da sociedade, da escrita, das ciências, considerando os recursos que temos e o mundo em que vivemos.

Para o desenvolvimento do projeto buscamos em livros, vídeos, revistas, sites na internet, dentre outras fontes, referencial teórico que trouxesse as contribuições necessárias às práticas docentes, considerando as especificidades de cada turma e dos alunos que a compõe, estimulando-os a realização de pesquisas sobre as temáticas, além de oportunizar o contato com materiais diversificados para suas produções.

Para cada turma definimos uma área específica de aprofundamento, considerando sua matriz curricular a qual subsidiou a construção/produção na qual participaram a Educação Infantil (com confecção de máscaras e danças) até os 5.º anos com trabalhos de esculturas, jogos de tabuleiro, confecção de maquetes, sólidos geométricos resultando numa exposição dos trabalhos com início no dia 17 de novembro do ano 2017.

Também estava implícito ao projeto oportunizar que os alunos conheçam, reconheçam, e desenvolvam a consciência crítica para a ampliação de valores como respeito, solidariedade, tolerância, igualdade, diversidade, justiça, liberdade, cooperação, responsabilidade, tolerância, dentre outros, necessários para a manutenção da vida.

A gestão da escola aproveita a oportunidade para convidar toda a comunidade para visitar a exposição que estará aberta aos munícipes no dia 28/11/2017, das 8h às 19 horas.

Ainda, valendo-nos da oportunidade, agradecemos aos integrantes da Equipe Célia Bueno – alunos, professor, funcionários, equipe gestora e membros da Secretaria Municipal de Educação – pelo esforço despendido a fim de alcançar os objetivos propostos e, para além das funções escolares, ter marcado a vida de cada criança com experiências e vivências significativamente felizes.

Você também pode gostar de...