Projeto Horta Educativa está sendo realizado nas escolas Municipais

A rede municipal em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo e Educação está desenvolvendo desde o início do ano letivo o projeto Horta Educativa, que visa fortalecer o trabalho educacional a partir da formação de valores sociais, culturais e alimentares compatíveis com a preservação da cultura do país, do meio ambiente e da promoção de hábitos alimentares saudáveis, bem como trabalhar por meio de aulas aulas teóricas e práticas,conceitos de Educação Ambiental, Nutricional e Valorização do Meio Rural via Horticultura.

Em Batatais, participam do projeto as escolas Virgílio Braghetto, Paulo Roberto Faggioni, CAIC e Célia Bueno. As atividades ocorrem de modo interdisciplinar e conta com quatro tipos de apostilas: Caderno de Atividades da Criança; Caderno do Educador; Caderno do Cuidador da Horta e Caderno da Família, para a formação não apenas das crianças, mas também das famílias.

Na EMEB do CAIC Gilberto Dalla Vecchia  as atividades estão sendo realizadas de forma colaborativa entre alunos, professores, pais, funcionários e gestão da escola, buscando  despertar o interesse dos estudantes no cuidado com o meio ambiente,  contribuindo para que estes possam vivenciar o contato com a terra e conhecendo as etapas da produção  de  alimento.

     Os alunos estiveram presentes nas etapas e atividades desenvolvidas na horta, tais como: escolha do terreno, organização dos canteiros, seleção das espécies a serem cultivadas, plantio, cuidados com a horta e colheita. As professoras auxiliaram os estudantes no desenvolvimento e manutenção da horta e na supervisão dos trabalhos, para tanto elaboraram estratégias que permitiram trabalhar os conteúdos numa visão interdisciplinar.

       Nesse sentido, a execução das atividades favorece que os alunos compreendam da relação meio ambiente e alimentação saudável, relacionando-os à saúde, cidadania e qualidade de vida.

Para a professora Renata Melani a resposta das atividades está na “satisfação das crianças em aprender, entender desde o plantio até a colheita, já com as plantas crescidas. Então, é gratificante acompanhar esse processo da terra até o prato”.  A professora Silvia Parpinelli complementa que “estas vivências transformam pequenos espaços da escola em cantos de muito encanto e aprendizado para todas as idades.”

A Diretora da Unidade Alessandra Tobias explica que “o envolvimento e o compromisso sobre o ambiente que nos cerca e o repensar de responsabilidades e atitudes de cada um de nós, gera processos educativos ricos, contextualizados, significativos para cada um dos grupos envolvidos. Neste contexto, o cultivo desta horta está sendo um valioso instrumento educativo.”

Na EMEB Jose Virgílio Braghetto o projeto teve início na segunda semana do mês de abril com a participação dos alunos do PRE II A e B que acompanhados pelas professoras que percorreram a área externa da escola a procura de vários tipos de sementes, observando as diferenças existentes entre as mesmas como: tipo, cores, tamanhos e formatos.

A Professora Coordenadora da Unidade Ana Lúcia Carneo afirma que o projeto é um trabalho de reconhecimento e exploração do espaço, meio ambiente e valorização de uma alimentação saudável.

No próximo dia 18 de maio a escola promoverá no âmbito do projeto uma palestra sobre Alimentação Saudável para as famílias dos alunos, com as nutricionistas da Divisão de Merenda Escolar do município

Você também pode gostar de...