Formação continuada com os professores da rede municipal de ensino do município de Batatais realizada nos dias 17 e 24 de novembro de 2015 pelo Programa BATEA

Nos dias 17 e 24 de novembro, foi realizado pelo Programa BATEA a formação continuada anual com os professores da rede municipal de ensino. Para este ano, o tema sugerido e escolhido foi: “Polinizadores”, em que se pode articular a recente construção de um Meliponário com verba sediada pelo FAB (Fundo Ambiental de Batatais) e aprovado pelo COMDEMA (Conselho Municipal de Defesa ao Meio Ambiente).

O meliponário é um espaço onde serão criadas abelhas nativas e indígenas sem ferrão para fins educativos e carrega o nome de “Meliponário Osvaldo Suguiura”, homenageando assim o maior incentivador de criação de abelhas. Atualmente, as abelhas passam por um momento muito crítico em suas histórias. Elas estão desaparecendo! Mas o que o ser humano tem haver com isso?

Na formação continuada, o tema “Polinizadores”, inicialmente apresentou o principal papel dos polinizadores no mundo. Em seguida, foi conduzido o pensamento especialmente para a condição das polinizadoras abelhas. As abelhas são responsáveis pela maior parte da polinização do mundo, produzindo desta forma a maior parte dos alimentos e também polinizando as áreas de preservação permanente, que geram a maior parcela de oxigênio para os seres humanos. Desta forma, podemos atribuir às abelhas a funcionalidade de nossa existência. E sem elas, apenas não existiríamos. No entanto, elas estão em declínio, e isto se deve ao uso indiscriminado de agrotóxicos, ao aumento da monocultura e às elevadas temperaturas que se tem presenciado nos últimos 15 anos.

Para o ano de 2016, o Programa BATEA atribuirá em todas as oficinas oferecidas de Educação Ambiental a temática “Polinizadores”. Este trabalho tem o objetivo de conscientizar o quanto antes as crianças, os adolescentes e os adultos sobre a importância da preservação e conservação de todos os polinizadores e em especial as abelhas, que fazem um trabalho invisível, entretanto grandioso. As abelhas nativas e indígenas sem ferrão são abelhas dóceis e proporcionam às aulas de Educação Ambiental momentos de descontração, sabedoria e paixão. Os indivíduos que fizerem seu primeiro contato com essas criaturas, jamais olharão uma abelha como antes.

“Se as abelhas desaparecerem da face da terra, a humanidade terá apenas mais quatro anos de existência. sem abelhas não há polinização, não há reprodução da flora, sem flora não há animais, sem animais não haverá raça humana.” Albert Einstein

Abelha 1 Abelha 2 Abelha 3 Abelha 4

Você também pode gostar de...